domingo, 1 fevereiro , 2015
Dieta e Saúde

0 54

PÃO FUNCIONAL DE 15 MINUTOS FICA PRONTO RAPIDINHO, sem trabalho, sem espera. Fácil, rápido e altamente nutritivo!

Ingredientes – Massa:

– 1 xícara de farinha de aveia
– 1 xícara de fécula de batata
– 1 colher de sopa de fermento em pó químico
– 1 colher de chá de sal
– 1 colher de sopa de açúcar mascavo (preferencialmente) claro ou demerara
– 1/2 xícara de óleo
– 1/2 xícara de água ou leite vegetal
– 4 ovos levemente batidos
– 1/2 xícara de aveia em flocos
Decoração:
– Linhaça marrom
– Linhaça dourada
– Aveia em flocos

Modo de preparo:

1 – Pré-aqueça o forno a 250 graus. Misture todos os ingredientes secos da massa em um bowl.

2 – Acrescente os ingredientes molhados e mexa até formar uma massa homogênea. Deve ficar parecida com um massa de bolo, meio mole mesmo. Coloque a mistura em uma fôrma de pão de silicone ou refratária untada e enfarinhada (com fécula de batata). Coloque os ingredientes da decoração por cima.Leve ao micro-ondas por três a cinco minutos – dependendo do seu aparelho (coloquei 5). Melhor ir testando até notar que a massa não está mais tão úmida e que formaram bolhinhas de ar nas laterais.
Ps: Usei uma fôrma de pão grande, por isso não ficou muito alto. Para um pão mais bonito e alto, divida a massa em dois potes menores ou uma fôrma pequena!

3 – Desenforme e coloque em uma assadeira enfarinhada. Leve ao forno pré aquecido bem quente a 250 graus por dez minutos, ou até o seu pão ficar douradinho. Ele fica macio por dentro e crocante por fora!!!

0 80

Ingredientes – massa – 2 pizzas médias:
– 2 ovos
– 5g de fermento biológico seco
– 100ml de água morna
– 1 colher de chá de açúcar demerara granulado
– 230g de farinha de arroz comum
– 170g de polvilho doce
– 80g de batata cozida e amassada (pode ser batata doce, inglesa, inhame ou aipim)
– 1 colher de chá de sal
– 2 colheres de sopa de azeite extravirgem
* O sabor fica a gosto: molho de tomate caseiro, tomate, cebola, orégano e queijo branco light.

Modo de preparo:
1 – Aqueça a água (deve ficar morna), despeje em um pote e coloque o açúcar demerara e o fermento. Mexa um pouco, deixe descansar e aguarde formar uma espuma.

2 – Em um bowl, coloque a batata amassada (tipo purê), adicione os ovos (levemente batidos), o azeite e a espuma de fermento.Vá adicionando as farinhas aos poucos e com as mãos, vá unindo os ingredientes. O ponto da massa é até desgrudar das mãos.

3 – Divida a massa em duas bolas. Abra uma parte sob uma superfície coberta com plástico filme e enfarinhada com farinha de arroz, utilize um rolo enfarinhado para ajudar. A utilização do plastico filme por baixo vai ajudar a tirar a massa aberta, caso contrário, gruna na messa. Eu tenho uma toalha plástica grande e fiz em cima dela, caso tenha, pode usar.

4 – Transfira para uma assadeira de pizza forrada com papel manteiga. Faça furinhos com um garfo em toda a massa, para não estufar. Tire o excesso de massa das bordas. Coloque o molho de tomate e leve ao forno pré-aquecido em 200 graus por 20 minutos. Retire do forno, coloque a cobertura desejada e asse por mais 10 minutos. Caso vá usar tomates frescos e cebola na cobertura, coloque no primeiro momento.

0 297

Existem vários alimentos com capacidades antioxidantes. Vários deles podem ser usados para fazer um suco detox. Essa é, provavelmente, uma das maneiras mais gostosas de consumir certos alimentos.

1. Brócolis

Você provavelmente está cansado de ver o brócolis aparecer em todo o lugar, sempre que alimentos saudáveis são mencionados. Ele especificamente trabalha com as enzimas em seu fígado para transformar as toxinas em algo que seu corpo possa eliminar facilmente. Se você não tem ideia de como utilizá-lo, tente mudar a maneira de cozinhá-lo ou considere comê-lo cru. Nesse caso, sabia que ele pode ser utilizado em um suco antioxidante.

2. Repolho

Um dos alimentos de desintoxicação mais acessíveis, o repolho tem propriedades de limpeza devido ao seu elevado teor de glucosinolatos, compostos contendo enxofre que são convertidos em formas ativas isotiocianatos e indoles. Os isotiocianatos podem prevenir o câncer, promovendo a eliminação de potenciais agentes cancerígenos do corpo. Também é rico em vitamina K e vitamina C. A enzima que converte glucosinolatos em seus compostos ativos é destruída pelo calor, dessa forma tente comê-lo cru, em saladas, vitaminas ou mesmo em um suco antioxidante.

3. Gengibre

Historicamente, o gengibre tem uma longa tradição de ser muito eficaz no alívio dos sintomas de desconforto gastrointestinal. Em fitoterapia, o gengibre é considerado um excelente carminativo (uma substância que promove a eliminação de gases intestinais) e espasmolítico intestinal (uma substância que relaxa e acalma o trato intestinal).

A investigação científica moderna tem revelado que o gengibre possui numerosas propriedades terapêuticas, incluindo efeitos antioxidantes, uma capacidade de inibir a formação de compostos inflamatórios, e efeitos anti-inflamatórios diretos. Frequentemente usado em chás e outras bebidas, ele pode dar um sabor variado aos seus sucos.

4. Chá Verde

O chá verde é muitas vezes visto como um ótimo complemento para qualquer programa de desintoxicação por causa de seu alto valor antioxidante. Antioxidantes são úteis porque eles vão ajudar a destruir os radicais livres antes que possam causar qualquer dano. Esta é uma ótima bebida para se consumir diariamente. Também é um bom ingrediente para compor um suco antioxidante.

5. Limão

Limões e sucos de limão são frequentemente citados como desintoxicantes, e há até mesmo dietas baseadas no limão. É apontado para eliminar as toxinas do seu corpo e tem um alto poder antioxidante. Ele contribui com a sua digestão e também é um ótimo ingrediente para fazer sucos antioxidantes.

6. Goji berry

Usar goji berry para aumentar a sua ingestão de vitamina C e betacaroteno. Grama por grama, a goji berry tem mais vitamina C do que a laranja e mais betacaroteno do que cenouras. A vitamina C é um antioxidante que pode ajudar a remover os resíduos do seu corpo, enquanto o betacaroteno melhora o desempenho do fígado.

7. Abacaxi

Esta delícia tropical contém bromelina, uma enzima digestiva que ajuda a limpar o cólon e melhorar a digestão. Inflamação excessiva, coagulação excessiva do sangue, e certos tipos de crescimento de tumores podem ser reduzidas com bromelina.

8. Maçã

As maçãs são cheias de nutrientes. Contêm fibras, vitaminas, minerais e fitoquímicos benéficos como D-Glucarato, flavonoides e terpenoides. Estas substâncias são utilizadas no processo de desintoxicação e têm um papel antioxidante. Um flavonoide, florizina, é apontado para ajudar a estimular a produção de bile, que ajuda o fígado a se livrar de toxinas através da bile.

As maçãs são também uma boa fonte de pectina, uma fibra solúvel que pode ajudar a desintoxicação de metais e aditivos alimentares do seu corpo. Prefira as maças orgânicas. Maçãs produzidas organicamente têm uma capacidade antioxidante de 15% maior do que maçãs produzidas convencionalmente.

9. Beterraba

Uma única porção de beterraba pode fazer mais pela sua saúde do que muitos alimentos. Não só pode aumentar a sua energia e baixar a pressão arterial, pode ajudá-lo a prevenir o câncer, reduzir a dor da artrite, aumentar a capacidade seu cérebro, bem como ajudá-lo a perder peso.

As beterrabas contêm uma mistura única de substâncias químicas naturais de plantas (fitoquímicos) e minerais que as tornam excelentes combatentes de infecção, purificadores de sangue, e produtos de limpeza do fígado. Eles também ajudam a aumentar a ingestão celular de oxigênio, fazendo com que a beterraba tenha excelente capacidade de limpeza geral do corpo.

10. Mirtilos

Mirtilos contêm aspirina natural, que ajuda a diminuir os efeitos prejudiciais aos tecidos da inflamação crônica. Apenas a 300 gramas de mirtilos protegem contra danos ao DNA. Mirtilos também agem como antibióticos, bloqueando as bactérias no trato urinário, ajudando assim a prevenir infecções. Eles têm propriedades antivirais e são carregados com fitonutrientes chamados proantocianidinas. São ótimos ingredientes para um suco antioxidante.

11. Erva-doce

A erva-doce é rica em fibras e pode também ser útil na prevenção do câncer do cólon. Além da sua fibra, a erva-doce é uma boa fonte de folato, uma vitamina B que é necessária para a conversão de uma molécula perigosa chamada homocisteína em outras moléculas benignas. A vitamina C encontrada na erva-doce é diretamente antimicrobiana e também é necessária para o funcionamento adequado do sistema imune. É uma boa opção para variar o sabor do seu suco antioxidante.

12. Couve

A couve é reconhecida como um bom suporte geral para o sistema de desintoxicação do organismo. Tem muitos antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias, bem como várias vitaminas e minerais. Essas folhas verdes são provavelmente um dos alimentos mais benéficos que você pode comer regularmente para ajudar a melhorar sua saúde. Tem boa quantidade de fibras e é uma boa pedida para um suco antioxidante.

13. Salsa

Aquelas folhas verdes bonitas não servem simplesmente para enfeitar pratos. A salsa possui muito betacaroteno e vitaminas A, C e K para proteger os seus rins e bexiga. Evitam problemas como pedras nos rins e infecções da bexiga e mantêm o bom funcionamento urinário no nosso corpo. Os flavonoides da salsa – especialmente luteolina – têm mostrado funcionar como antioxidantes. O extrato de salsa tem sido usado em estudos com animais para ajudar a aumentar a capacidade antioxidante do sangue. Ela pode ser um componente de um suco antioxidante.

14. Agrião

Dê a seu fígado um grande impulso com a ação de limpeza do agrião. Se você estiver fazendo sucos/vitaminas para desintoxicação, este é um grande componente para misturar. Ajuda a liberar enzimas no fígado que livram o corpo do acúmulo tóxico. Consumir agrião todos os dias ajuda a prevenir o câncer de mama.

15. Abacate

Tem teor elevado de antioxidantes, reduz o colesterol e dilata os vasos sanguíneos, além de diminuir a toxicidade do sangue. Abacates contêm um nutriente chamado glutationa, que bloqueia pelo menos 30 agentes cancerígenos diferentes ao mesmo tempo, além de ajudar o fígado a desintoxicar produtos químicos sintéticos. Pesquisadores da Universidade de Michigan descobriram que idosos que tinham altos níveis de glutationa eram mais saudáveis e menos propensas a sofrer de artrite.

Consumir abacates está associado à melhor qualidade da dieta e nível de ingestão de nutrientes, menor peso corporal, níveis mais altos de “colesterol bom” e vários outros benefícios.

Algumas sugestões para um suco antioxidante

- Suco de brócolis com limão

  • 4 ramos de brócolis;
  • 1/2 litro de água filtrada ou mineral;
  • 1 limão inteiro (com casca);
  • Adoçante ou açúcar a gosto.

Preparo: Coloque o brócolis, o limão e a água no liquidificador e bata por 3 minutos. Coe e adoce a gosto. Sirva em seguida com uma rodela de limão na borda do copo.

- Suco de couve, beterraba ou repolho com limão

  • 3 folhas de couve-manteiga, ou de repolho, ou uma beterraba de tamanho médio;
  • 1 limão grande, com bastante sumo;
  • 1 ½ litros de água filtrada;
  • Açúcar / adoçante a gosto.

Preparo: Lave muito bem as folhas de couve ou repolho, ou a cabeça de beterraba. Bata no liquidificador com meio litro de água. Coe e reserve. Corte o limo em 4 partes. Retire a parte branca para não ficar amargo. Bata também no liquidificador com meio litro de água. Coe. Misture os sucos e adoce a gosto. Acrescente pedras de gelo, se desejar.

- Suco de gengibre com abacaxi

  • 5 g de gengibre;
  • 5 g de hortelã;
  • 1 abacaxi;
  • 1 colher (sopa) de raspas de limão;
  • 1 litro de água.

Preparo: Descascar o abacaxi, cortar em pequenos cubinhos e triturar juntamente com o gengibre e a hortelã. Depois, adicionar todos os ingredientes no liquidificador e bater até obter a consistência desejada. Outra opção para fazer este suco é misturar o gengibre com outras frutas, como a laranja e o limão, dependendo das preferências do indivíduo.

- Suco de couve, maça, laranja, cenoura e mel

  • 2 folhas de couve;
  • 2 maçãs;
  • 2 cenouras;
  • 1 laranja;
  • 1 colher de sopa de mel.

Preparo: Primeiro bata num liquidificador as folhas com a laranja. Logo após, acrescente as duas cenouras e bata bem. Com isso, coloque uma maçã, bata bem e só assim coloque a outra. Para finalizar, acrescente o mel e bata até ficar tudo homogêneo.

- Suco de abacaxi com chá verde e salsa

  • ½ litro de chá verde;
  • 5 ramos de salsinha picados;
  • 2 xícaras (chá) de abacaxi picado;
  • Adoçante a gosto;

Preparo: Disponha o chá verde em uma forma para fazer gelo e leve ao congelador por 1 hora ou até ficar firme. Coloque no liquidificador a salsinha e ½ litro de água gelada. Bata por 1 minuto, despeje sobre uma peneira, aparando no copo do liquidificador. Adicione o abacaxi e o adoçante. Bata por 30 segundos. Distribua o chá verde congelado nos copos e despeje a bebida.

- Suco de agrião com couve

  • Um punhado de Agrião;
  • Um punhado de Couve;
  • Meio limão;
  • Uma colher de sobremesa de azeite de oliva;
  • Açúcar/adoçante a gosto;

Preparo: Bata tudo no liquidificador, coe e beba imediatamente após o preparo.

- Suco de erva-doce com beterraba e maçã

  • 1/2 xícara (chá) de erva-doce picada;
  • 1/2 beterraba picada com as folhas;
  • 2 maçãs sem o miolo;
  • 1 xícara (chá) de água;
  • Adoçante a gosto.

Preparo: Bata bem todos os ingredientes no liquidificador. Despeje nos copos, junte gelo a gosto e sirva em seguida.

0 170

Todos os itens dessa página são alimentos sem glúten. Qualquer produto que passe por um processamento pode conter glúten. Aprenda a ler rótulos e imprima essa lista de alimentos sem glúten e outra de alimentos com glúten. Leve-as com você a todos os lugares e em breve você as terá memorizado.

A melhor forma de comer uma dieta livre de glúten é comer alimentos que não sejam processados.Tente evitar alimentos enlatados, a menos que eles sejam livres de glúten. Tenha cuidado com alimentos congelados, já que muitos deles contêm conservantes e glúten escondidos nos ingredientes. Geralmente, se é embalado, é bom evitar.

A melhor forma de ter 100% de certeza de que seus alimentos são livres de glúten é comprá-los frescos e prepará-los você mesmo.

Lista Completa de Alimentos Sem Glúten

Frutas

Frutas são livres de glúten em seu estado natural. Certifique-se de lavar todos antes de usar.

  • Açaí
  • Maçã
  • Damasco
  • Banana
  • Amora
  • Mirtilo
  • Meloa
  • Alfarroba
  • Cereja
  • Cranberry
  • Groselha
  • Tâmara
  • Figo
  • Uva
  • Goiaba
  • Melão
  • Kiwi
  • Kinkan
  • Limão
  • Lima
  • Mexerica
  • Manga
  • Laranja
  • Mamão Papaia
  • Maracujá
  • Pêssego
  • Pêra
  • Abacaxi
  • Ameixa
  • Caqui
  • Marmelo
  • Framboesa
  • Morango
  • Tamarindo
  • Tangerina
  • Melancia

Vegetais

Vegetais também são alimentos sem glúten naturalmente.

  • Alfafa
  • Alga
  • Araruta
  • Alcachofra
  • Rúcula
  • Aspargo
  • Abacate
  • Feijão
  • Brócolis
  • Couve de Bruxelas
  • Couve-Flor
  • Repolho
  • Cenoura
  • Aipo
  • Milho
  • Pepino
  • Beringela
  • Alho
  • Feijão Verde
  • Couve
  • Alface
  • Cogumelos
  • Quiabo
  • Cebola
  • Salsa
  • Ervilha
  • Pimenta
  • Batata (inglesa e doce)
  • Abóbora
  • Rabanete
  • Espinafre
  • Nabo
  • Agrião

Carnes

Carnes sempre são livres de glúten, a menos que sejam processadas com pães ou empanadas com farinha de pão. Evite molhos de carne, já que a maioria contém glúten.

  • Jacaré
  • Vaca
  • Búfalo
  • Galinha
  • Pato
  • Cabra
  • Ganso
  • Cordeiro
  • Porco
  • Coelho
  • Cobra
  • Peru
  • Codorna
  • Vitela

Ovos e Laticínios

  • Manteiga (certifique-se de não conter aditivos)
  • Caseína
  • Queijo
  • Creme
  • Ovos
  • Leite
  • Creme Azedo
  • Iogurte – puro e sem sabor
  • Soro de Leite

Farinha, Grãos e Trigo

É aqui que você tem que tomar cuidado e prestar muita atenção!

  • Farinha de Amêndoas
  • Amaranto
  • Araruta
  • Farinha de Feijão
  • Besan
  • Arroz integral
  • Farinha de arroz integral
  • Trigo sarraceno
  • Mandioca
  • Farinha de milho
  • Fubá
  • Amido de milho
  • Semente de algodão
  • Dal
  • Semente de Linhaça
  • Milhete
  • Farinha de Ervilha
  • Polenta
  • Pipoca – sem cobertura
  • Farinha de batata
  • Quinoa
  • Arroz
  • Sagu
  • Farinha de Soja
  • Farinha de Tapioca
  • Farinha de Inhame
  • Teff
  • Levedo
  • Iúca

Outros alimentos sem glúten

  • Álcool (a maioria, menos a cerveja, a menos que seja sem glúten)
  • Bicarbonato de Sódio
  • Ervas
  • Mel
  • Geléia
  • Gelatina
  • Suco
  • Castanhas
  • Óleos
  • Sementes
  • Temperos (a maioria)
  • Calda
  • Baunilha
  • Vinagre
  • Vitaminas
  • Vinho
  • Goma Xantana

Essa lista te ajudará quando você não tiver certeza se pode comer um alimento. Pergunte muito quando vai comer fora ou fazer compras. Leia todos os rótulos e tenha cuidado com o glúten escondido nos seus alimentos. Evite molho shoyu, molhos de salada, molhos de carne, caçarolas, farinha de pão, frios e cerveja – a menos que seja cerveja sem glúten.

Agora pode parecer que não é possível comer uma dieta sem glúten, mas não é difícil, apenas dê uma olhada no exemplo de cardápio sem glúten. Você precisa tomar cuidado e ter certeza de que os alimentos que está comendo são livres de glúten. A melhor regra é evitar alimentos processados e comer mais alimentos integrais.

Muitas empresas fazem alimentos sem glúten e comprá-los nunca foi tão fácil. Há até sites que vendem alimentos sem glúten e entregam na sua casa. Leia os rótulos, cheque informações e pergunte!

0 190

Com tantos produtos para emagrecer sendo comentados a todo instante, ficamos confusos sobre o que realmente funciona. A dúvida de hoje é: Será que a noz da Índia emagrece mesmo?

Perder peso está sempre entre os nossos principais objetivos de vida. Todo início de ano há a promessa de que aquele é o ano para entrar em forma, assim como toda a semana há a menção da próxima segunda-feira para começar uma dieta. E sempre que buscamos formas para alcançar esse objetivo, vemos que há infinitas opções em dietas, medicamentos, exercícios e outros recursos que prometem a eficácia na redução de peso.

Mas acabamos esquecendo de uma coisa que é essencial e que devemos ter sempre em mente: emagrecer e emagrecer com saúde são coisas diferentes e que a busca pela boa forma depende de um trabalho que leva algum tempo e que a paciência e a persistência devem estar sempre conosco.

Nesse “boom” de coisas que aparecem como emagrecedoras há muitas, mas muitas, promessas de produtos naturais que ajudam a promover a perda de peso – como a noz da Índia, que é o nosso assunto.

Antes de começarmos a falar a noz da Índia, é importante registrarmos que mesmo que determinados produtos se mostrem realmente eficazes no auxílio à redução de peso, não existem milagres – o milagre quem faz é você, ao tirar vantagem do que de bom esses produtos oferecem, sabendo que são apenas coadjuvantes no processo de emagrecimento. Emagrecer dependerá de você ter uma alimentação saudável e da prática de exercícios físicos, bem como o acompanhamento de um médico endocrinologista ou nutricionista.

Outro ponto importante é a veracidade de tudo ao que temos acesso. Não é porque determinado produto vai lhe fazer emagrecer 5 quilos em 2 dias que você vai sair comprando. É preciso pesquisar, ir atrás, perguntar e procurar por referências.

O que é a noz da Índia

Trata-se de uma semente, seu nome científico é Aleurites moluccana, à qual propriedades de auxiliar na queima de gordura são atribuídas. Como outros benefícios, atribui-se o combate à celulite, ajuda a baixar o colesterol, ajuda a prevenir prisão de ventre, diminui a ansiedade e a vontade de comer doces, diminui a fome, entre outros.

Uma questão que trazemos à tona é sobre os efeitos emagrecedores quase milagrosos da noz da Índia, que se espalham pela web – e queremos saber se a noz da Índia emagrece de verdade.

A noz da Índia emagrece mesmo?

A internet afirma que noz da Índia emagrece, é muito eficiente na perda de peso e ajuda a eliminar até 12 quilos em um mês. Porém, há uma chamada “noz falsa”, que é a de nome científico Thevetia peruviana, conhecida como chapéu- de-napoleão e que é altamente tóxica.

O problema é que há informações desencontradas, dependendo de onde você ler sobre a noz da Índia. Pesquisando sobre o assunto, descobre-se que:

  1. Há sites que afirmam que a legítima noz da Índia é a Aleurites moluccana, e que sim, ela ajuda emagrecer.
  2. Outro site afirma que a Aleurites é a falsa, que a verdadeira é a Thevetia peruviana, e que essa sim, ajuda a emagrecer.
  3. Outros afirmam que a Aleurites tem uso medicinal, mas não como emagrecedor.
  4. Outros nem mencionam o fato delas – ou de uma delas – ser tóxica.

E agora?

Continuando a pesquisa chegamos ao site da Secretaria da Saúde de Goiás, que alerta sobre um produto tóxico que está sendo vendido como emagrecedor – e que produto é esse? A Thevetia peruviana. Segundo o site,

“a planta é altamente tóxica, da raiz à semente…se associada a outro medicamento, como um diurético por exemplo, pode causar uma parada cardíaca e levar até à morte.”, dito pela médica homeopata Dra. Debora Mendes, do Hospital de Medicina Alternativa.

E sobre a “legítima noz da índia”, a Aleurites moluccana, o que encontramos foi que em Sidney, na Australia, está sendo comercializado um produto da América do Sul, com o nome botânico deAleurites moluccana, conhecido lá como “Latin Seed” e “Slim Seed” (semente latina e semente emagrecedora, em tradução livre), que alega ter a habilidade de reduzir o peso corporal – e que isso está sob investigação da NSW Food Authority. Outros dois órgãos de saúde da Austrália alegaram que a propaganda na internet garante a redução de peso e que as palavras e afirmações usadas na publicidade dão a entender e podem ser interpretadas como se fosse um conselho médico. A última notícia é de que continuam investigando e tentando descobrir se as propriedades da noz da índia são verdadeiras.  

O site Herbal Safety traz alguns dados sobra a noz da Índia e afirma que não há estudos científicos sobre os efeitos da semente em humanos. 

Isso mostra o quão suscetíveis nos vemos quando estamos em busca de produtos que nos ajudem a emagrecer. O site trouxe dados e o que podemos dizer quanto à isso é que, em caso de dúvida, não faça uso da semente. Isso só reforça o que já sabemos, que para emagrecer devemos seguir o caminho saudável e com acompanhamento de profissionais. É mais demorado, mas estamos cuidando da nossa saúde. Temos tanto tempo para outras coisas, por que não teríamos para emagrecer com saúde?

Registrando que todas as informações foram colhidas da web, que estão acessíveis à qualquer pessoa, basta que pesquise por “noz da Índia” e que sobre as outras declarações as fontes são informadas, para que o leitor possa consultar a veracidade da informação.

FIQUE CONECTADO

DEPOIMENTOS